E-Economia | Comunilog Consulting - Formação Profissional

E-Economia

Um olhar sobre as coisas - Por #Sílvia Massano

Nos últimos dias, muito se tem falado acerca da bazuca Europeia para responder aos efeitos nefastos da pandemia!
Mas trocando por “miúdos” o que é que verdadeiramente podemos esperar destes fundos para o próximo quadro comunitário e os alertas que gostaria de deixar!
De acordo com as mais recentes informações, Portugal auferirá cerca de 15,3 mil milhões de euros em subsídios a fundo perdido e de 15,7 mil milhões de empréstimos, a que acrescem os fundos do quadro financeiro plurianual 2021-2027, que já se encontravam programados somando cerca de 57 mil milhões de euros.

Dar a volta ao Covid 19 - Por #Silvia Massano

A disrupção provocada pelo COVID-19 em setores de atividade como sejam do turismo, da indústria têxtil e do pequeno comércio em geral, deverá ter repercuções nos negócios que começam logo na cadeia de aprovisionamento, passando depois pelos hábitos dos consumidores propriamente ditos.
Com o consumo a retrair-se em praticamente todas as frentes, os agentes económicos começam a perceber que é impossível regressar aos anteriores padrões de oferta, pois não vão ter o mesmo retorno que antes era conhecido.

Existe racionalidade nas bolsas? Porque sobem e baixam? - Por #Joaquim Marques

Sigo diariamente e permanentemente a evolução dos mercados bolsistas. Faço-o por razões profissionais, por razões privadas (dada a exposição), mas também com o intuito de entender a correlação entre a volatilidade dos mercados em relação à economia real.
Muitas conclusões e análises poderemos extrair do comportamento das bolsas. Mas se tivesse que definir uma só frase diria o seguinte:
«é possível gerir fundamentos, mas não é possível gerir emoções»

O jornalismo acrítico - Por #Joaquim Marques

Existirá sempre uma grande diferença entre jornalismo de referência e o jornalismo sensacionalista. Existe um tremendo fosso entre o jornalismo de investigação e o jornalismo de sarjeta. E depois existem os jornalistas que se auto intitulam de referência, vendem moralidade, mas onde as captabilidades não vão além de um qualquer jornal tabloide.
Tenho para mim, que a comunicação social tem um primeiro papel de informar. Mas terá ainda e sempre um papel didático e dinamizador em prol do maior ativo de uma sociedade ou de um País: a sua massa critica.

Escândalo BES. Como explicar a queda de um império. - Por #Joaquim Marques

Hoje não vamos abordar a pandemia. Até que enfim. Mas vamos falar de uma outra tragédia, que não menor. O colapso BES. Sendo esta uma tragédia evitável, devemos todos tirar ilações para que não se repita!
Finalmente!
O ministério publico tornou publica a acusação a Ricardo Salgado. É um processo com 4177 páginas, e acusação essa que levou seis anos a ser constituída. É acusado de 65 crimes, e levará mais de 25 pessoas a julgamento. O que está em causa?
O “desaparecimento” de 11,8 mil milhões de euros(!).
Como é isto possível ?

Qual será a gravidade desta crise? - Por #António Alçada

Aproveitei esta pergunta num debate que ouvi em plena pandemia na CNN em que um jovem economista defendia que a actual crise teria efeitos muito idênticos à de 2008, mas um economista mais experiente relembrou a Grande Depressão de 1929.
Procurei investigar um pouco sobre o que se terá levado à crise de 1929 e, todavia, não há consenso na comunidade dos estudiosos de economia.

A bazuca europeia. Histórica. E agora? - Por #Joaquim Marques

Este é o acordo mais relevante da União Europeia desde a sua formação a seguir á criação da moeda única.
Acordo histórico, portanto.
Afinal a Europa ainda tem coragem e imaginação para pensar em grande. Este fumo branco no Conselho Europeu, depois duma maratona de quatro dias, é disso prova.
Foi fácil, e deixou todos felizes? Já lá vamos.

Racismo e/ou Economia - Por #Joaquim Marques

Como explicar num País, normalmente exposto à violência, um ato único tenha motivado uma onda de motins e protestos em tantas cidades assombradas pelo passado?
Como é possível existirem linchamentos motivados apenas pela cor da pele? Porquê? que motivações é a cor da pele dos outros?
Como é possível um movimento iniciado nos Estados Unidos ser alastrado à escala planetária? A Países sem qualquer rasto de racismo!
Será apenas um problema de algumas maças podres como o agente que matou George Floyd?
Ora, não creio que seja assim.